APOIO
Holografia 3D móvel promete ser nova aliada do marketing político

A cada eleição os marqueteiros têm de se empenhar mais para captar a atenção do público. As redes sociais são sem dúvida um espaço importante, mas será que são suficientes para dar relevância às candidaturas e de fato impactar o eleitor? Gabriel Cecilio, sócio da Holo Ahead, acredita que não. Por isso, a empresa trouxe pela primeira vez ao Brasil a holografia 3D móvel, que promete ser a mais nova queridinha do marketing e propagandas políticas.

“A holografia 3D é um meio de comunicação política muito versátil. Percebemos que em países onde essa tecnologia já foi usada, candidatos que lançaram mão dela conseguiram estabelecer uma relação especial com eleitores mais velhos em locais remotos e, ao mesmo tempo, conquistaram simpatia e postagens espontâneas nas redes sociais do eleitorado mais jovem dos centros urbanos”, explica Gabriel Cecilio.

A mochila transparente desenvolvida pela Holo Ahead traz um display de led que produz hologramas 3D que aparentam flutuar, impressionando pelo visual, tecnologia e mobilidade. O cabo eleitoral veste a mochila e sai pelas ruas fazendo a campanha corpo a corpo em locais estratégicos.

Para o Brasil, foram feitas algumas adaptações do produto, para que ele pudesse se adequar às regras eleitorais e viabilidade financeira. “Lá fora, o uso da holografia ficou marcado por comícios simultâneos com candidatos sendo projetados em tamanho real. Como aqui nossa lei não permite esse formato e há um novo cenário onde se preconiza a isonomia das campanhas eleitorais, buscamos uma tecnologia que permitisse construir um display móvel dentro dos tamanhos permitidos pela legislação. Esse modelo de holografia, além de trazer mobilidade e custo adequado à nova realidade eleitoral, permite uma campanha mais inteligente, com menos papel e baixo impacto ambiental”, explica o sócio da marca. O display, que fica em uma mochila de acrílico, projeta imagens em um espaço de 48 cm de diâmetro – inclusive ao ar livre, por se tratar de um display da última geração, sem prejuízo à projeção do conteúdo – e é alimentado por uma bateria recarregável, com autonomia de 6 a 8 horas.

A empresa não irá vender o produto – ela disponibiliza a locação dos equipamentos para uso durante o período de campanha. A locação inclui o display holográfico HoloAhead, mochila em acrílico, bateria recarregável, controle remoto, acesso ao app de conteúdo para download e o guia de utilização do equipamento. A empresa também desenvolve os conteúdos que serão projetados nas mochilas dentro do seu pacote de serviços, caso seja de interesse do cliente.

“O formato de locação foi escolhido porque é o mais acessível dentro das possibilidades que estudamos de uso da tecnologia aqui no Brasil. Seu custo diário é praticamente o mesmo de um cabo eleitoral”, finaliza o sócio da marca.