APOIO
We Are Social cria campanha #Holiday360

Crise faz companhias trocarem investimento em plataformas tradicionais por projetos em mídias digitais, criando grande demanda por especialistas na área. O mercado de trabalho está bastante favorável para quem domina as plataformas digitais. Devido aos efeitos da instabilidade econômica que o Brasil vem enfrentando nos últimos anos, as empresas estão optando por reduzir a verba de plataformas offline e focar mais em online, contratando profissionais especializados nas mídias digitais.

De acordo com Lígia Maria Zeminian, consultora de carreira da Randstad, a demanda do setor está bastante aquecida desde o ano passado, principalmente para vagas em redes sociais e performance. “Estamos observando um movimento de contratação muito forte, tanto para vagas de analistas, quanto de gestores”, comenta a especialista.

O pré-requisito mais recorrente nas vagas para analista é ter conhecimento em Google Adwords, a plataforma de publicidade do Google que é utilizada para exibir links patrocinados que aparecem por meio da pesquisa de uma palavra-chave específica. Já para ocupar cargos de gerência, os candidatos são avaliados por experiências anteriores, então precisam apresentar cases de sucesso e ter relacionamento com o mercado.

“É comum entre os profissionais em nível de gestão se reunir periodicamente com representantes do Google, Facebook e outras empresas de redes sociais para se inteirar das novidades que implementarão em seus projetos”, explica Lígia. Por conta da exigência de bagagem, as vagas de liderança demoram mais a ser preenchidas, enquanto que os cargos de analista são supridos rapidamente pelo grande volume de jovens que ingressaram diariamente no setor.

No geral, as empresas estão em busca de profissionais com perfil inovador, criativo, mão na massa e empreendedor. Mas Ligia alerta: é fundamental que haja paixão pelo trabalho, pois essa é uma área muito dinâmica, em que o profissional deve estar disposto a se atualizar constantemente, por meio de cursos, eventos, benchmarking e aprendizagem de novas ferramentas.