APOIO
as

Em meio à exposição Hiperfoto-Brasil, individual de Jean-François Rauzier, o Centro Cultural São Paulo promove a Oficina Hiperfoto de Colagem. Aberta ao público, a iniciativa toma o trabalho do fotógrafo francês como inspiração para criar colagens onde o próprio CCSP é utilizado como cenário. A oficina acontece no sábado, 5 de maio, das 10h às 16h. A inscrição é gratuita, mas é necessário agendamento pelo e-mail agendamento.afluentes@gmail.com.
Orientados pela fotógrafa Rose Steinmetz, os participantes tirarão fotos no local e juntos, criarão uma grande colagem. A ideia é que as intervenções sejam criadas manualmente e com auxílio de instrumentos como celular, folhas sulfite, cola e tesoura, além de imagens das mais diversas publicações. Ao final, o trabalho desenvolvido coletivamente será divulgado pelas redes sociais.
Com curadoria de Marc Pottier e idealização de Bertrand Dussauge, o projeto chega à capital paulista depois de ter passado pelas cidades do Rio de Janeiro, Brasília e Salvador. A exposição Hiperfoto – Brasil apresenta cerca de 100 obras de Jean-François Rauzier, que mescla fotografias à manipulação digital. Como resultado, o artista apresenta imagens de grandes proporções – collagens surrealistas que recriam uma série de espaços metropolitanos das cidades por onde passou.
Rose Steinmetz é nascida na República da Geórgia, vive e trabalha em São Paulo desde 2003. É formada em engenharia da computação, arte e fotografia e participou de diversas exposições como O Feminino na Cidade, Beleza no Caos, Paraty em Foco, entre outros. Recebeu premiações fotográficas no terceiro Prix de fotografia em Paris e três menções honrosas no Prêmio Internacional de Fotografia, em 2013.