APOIO
segunda-feira, 23 de outubro de 2017
Captura de pantalla 2017-10-23 a la(s) 10.20.03

A AB Galeria, projeto idealizado por Liliam Albuquerque (28 anos) e Fabiana Brandão (25 anos), inicia suas atividades no Rio de Janeiro. Com o objetivo de se transformar em um ponto de encontro entre artistas, curadores, pensadores e entusiastas de experiências estéticas relativas aos novos caminhos da arte, a galeria busca atender a esse novo mercado que está em erupção.

“Hoje temos espalhados pelo mundo, principalmente nas grandes metrópoles, artistas que se comunicam com um novo público, mas que não se sentem representados por nenhuma galeria. Nós somos essa galeria”, explica Liliam. A paixão e o desejo das galeristas de investir em obras de arte acabou levando a um contato mais próximo com artistas e profissionais da área. “Aos poucos foi nascendo a AB, com a missão de criar novas pontes e ferramentas de aproximação para um novo público que deseja se conectar com o universo das artes”, completa Fabiana.

A Barra da Tijuca foi o endereço estrategicamente escolhido pelas galeristas. “Há um publico enorme e as galerias são quase inexistentes”, avalia Fabiana. A AB propõe unir arte ao entretenimento, aproximando o público ao universo das artes. “Vamos promover apresentação de músicos alternativos e de processo criativo avançado nas nossas mostras de artes, forte inclusão do audio visual no trabalho da galeria, e também incluir nossos artistas nos eventos de arte, com intervenções ao vivo, envolvendo a arte na cenografia de eventos”, explica.

A duração de cada exposição é em média de 40 dias e, no período entre exposições, a galeria promove ativações regulares como workshops, conversas com artistas e curadores. Também atividades para crianças e adolescentes da região, além de projetos de relacionamento com crianças de escolas publicas, com a intenção de oferecer diálogos sobre arte, profissões e trabalhos manuais.