APOIO
sexta-feira, 21 de julho de 2017
9_catrimaniclaudiaandujarcortesiagaleriavermelho

No dia 29 de julho, sábado, às 15h, a fotógrafa Claudia Andujar conversará com o público no Galpão VB como parte da programação da exposição “Nada levarei quando morrer, aqueles que me devem cobrarei no inferno”, que encerra sua temporada. A conversa será mediada por Gabriel Bogossian, co-curador da exposição. A entrada é gratuita e não é necessário realizar inscrição.

Obra de Claudia Andujar que faz parte da exposição “Nada Levarei quando morrer, aqueles que me devem cobrarei no inferno”, em cartaz até 29 de julho no Galpão VB

Ao lado do trabalho de Miguel Rio Branco, a obra da fotógrafa é um dos eixos estruturantes da exposição no Galpão VB, que conta com o slideshow Catrimani e a fotografia Casulo humano (rito mortuário Yanomami), além da videoinstalação Yano-a (Wakata-ú – Terra Indígena Yanomami), elaborada por Gisela Motta e Leandro Lima a partir de uma fotografia de Andujar.
Reconhecida internacionalmente, sua obra integra o acervo de alguns dos principais museus do mundo, como o MoMA, em Nova York; a Maison Européene de la Photographie, em Paris; e o Instituto Inhotim, em Brumadinho, Brasil. Em sua conversa com o público do Galpão VB, Claudia falará sobre sua longa relação com os Yanomami e também sobre facetas menos conhecidas de sua obra, como a atividade fotojornalística do início de sua carreira.