APOIO
thumb2-american-flag-usa-3d-flag-us-flag

Em fevereiro de 2015, a família do empresário e escritor Alexandre Slivnik desembarcava no aeroporto internacional de Orlando, nos Estados Unidos. Inicialmente, a ideia era permanecer no país apenas durante um tempo, para estudar a língua inglesa e por isso, ingressaram em solo americano com o visto F.

Mas depois de quase dois anos em contato diário com a cultura americana, Slivnik não quis mais voltar ao Brasil. ” Devido a minha estabilidade financeira, conseguia proporcionar uma vida de muito conforto para a minha família, mas a qualidade de vida e a segurança foram dois fatores determinantes para iniciar o processo de mudança definitiva”.

Após a decisão, Alexandre procurou um escritório próximo a sua cidade e que fosse especializado, para saber qual visto ele se encaixaria e também para que tivesse auxilio necessário em todas as etapas do processo. ” A princípio seria o visto E, mas depois de conversar com o meu advogado, conclui que o EB1 seria a melhor opção devido as minhas palestras, livros publicados e todo o trabalho que desenvolvo há mais de 20 anos no Brasil voltado a gestão de pessoas”, explica o empresário.

Alexandre recorda que formalizou a solicitação do visto em março de 2017, mas o levantamento dos documentos exigidos começou bem antes, em outubro de 2016, totalizando um arquivo de mais de mil páginas. “Foram solicitados mais informações no mês de julho e, em 15 dias, tive a resposta da aprovação. O processo demorou cerca de seis meses”, destaca.

Agora, Slivnik solicitou o green card que deverá chegar até o começo de janeiro. “Depois que o documento chegar, consigo obter o social security que dá acesso a várias facilidades como financiamentos e crédito principalmente quando o solicitante muda de status e se torna residente”, conclui.

Daniel Toledo, advogado especialista em direito de imigração, negócios, investimento e diretor da Loyalty consultoria, explica que entre as solicitações para os vistos permanentes em solo americano, as modalidades EB-1 e EB-2 são as que se referem a profissionais com longa experiência em suas áreas de conhecimento e que, além da habilitação e experiência comprovadas, possuam também um histórico de contribuições e reconhecimentos no decorrer de sua carreira.

Médicos, advogados ou cientistas que deram grandes contribuições para a sociedade, se encaixam nesta modalidade. “Profissionais do segmento de artes, esportes, negócios também podem solicitar o EB1 é muito mais acessível que o EB-5 e demais vistos, porque o seu custo fica em torno de 25 mil dólares”, destaca o diretor da Loyalty.

Segundo o advogado, o processo é divido em três fases e dura em média dois anos, mas esse tempo pode ser reduzido em menos tempo, mediante uma taxa de urgência no valor de US$ 1.200. ” A primeira fase é a entrega ao USCIS (United States Citizenship and Immigration Services) de um dossiê com as comprovações de mérito, que pode aprovar, exigir mais informações ou até negar o pedido. Já a segunda parte, o National Visa Center solicita mais documentos pessoais, antecedentes criminais e uma avaliação física com um profissional credenciado. A terceira e última fase, por sua vez, compõe-se de uma entrevista no consulado americano”, destaca Toledo.

Vale lembrar que existem três subcategorias para essa petição: EB-1A, para profissionais com habilidades extraordinárias; EB-1B, para professores e pesquisadores; e EB-1C, para executivos. “No entanto, há algumas implicações para as duas últimas, por isso é importante ter uma oferta de emprego, uma vez que necessitam ser preenchidas por um empregador nos EUA”, alerta Daniel.

Já o EB-2 é a petição em que se enquadram profissionais dos mais diferentes setores, mas que tenham mais de 10 anos de experiência comprovada e também devem atestar que seus trabalhos podem colaborar com a economia, cultura ou educação nos EUA.

Para qualquer uma dessas categorias, reunir antecipadamente documentos que certifiquem as qualificações é essencial. Ser membro de associações, participar ativamente do setor em que atua e até mesmo prêmios aumentam a elegibilidade para o visto.

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017
Today transforma fábrica da Mercedes-Benz

Com criação da agência Today, a Mercedes-Benz trouxe o Polo Norte para o Brasil, com duendes e Papai Noel, para realizar o sonho das crianças da ONG AZO, um dos projetos sociais que apoia desde 2013. A ação “Peça para uma estrela”, em formato de filme (assista aqui), mostra a viagem dessas crianças até a fábrica da marca, onde foram surpreendidas com um cenário mágico e muitos presentes.

“Pelo fato da Mercedes-Benz possuir diversas iniciativas relacionadas a projetos e programas sociais, este ano, o objetivo era fazer um Natal solidário. Porém, não queríamos apenas doar presentes às crianças da ONG. Queríamos fazer algo grandioso e inesquecível para elas, transportá-las para um lugar no qual esquecessem um pouco da vida real e pudessem sonhar sem limites. E qual lugar melhor para fazer isso do que o Polo Norte? Juntamos as três marcas: Mercedes-Benz Caminhões, Ônibus e Vans para transformar a ideia em realidade, e trouxemos a estrela da Mercedes-Benz como protagonista e realizadora desta grande magia”, contou Adilson Batista, sócio-fundador da agência Today.

Para transformar a fábrica da Mercedes-Benz no Polo Norte, o espaço ganhou uma decoração completa com iglu, mesa de doces natalinos, boneco de neve, cortina de marshmallow, neve artificial, entre outros. Os próprios funcionários da marca foram voluntários e se vestiram de duendes para entregar os presentes durante a ação. E para o transporte de cada um deles, foi utilizado um veículo da frota da Mercedes-Benz: o ônibus levou as crianças ao Pólo Norte, o caminhão trouxe o Papai Noel, e a van conduziu os duendes com os presentes.

“Foram 72 horas de gravação, com mais de 150 pessoas do staff de agência e produtora. Tivemos cerca de 30 crianças participando da ação e doamos aproximadamente 190 brinquedos à instituição AZO”, comentou. As cenas do filme foram gravadas no centro histórico de Santos e no Espaço Mercedes-Benz, em São Bernardo do Campo, com câmeras, drones e gruas. O filme fica no ar por três meses nos canais proprietários das marcas de Caminhões, Ônibus e Vans da Mercedes-Benz no YouTube e no Facebook.

A ONG AZO proporciona a inclusão social e o desenvolvimento humano por meio de atividades culturais e esportivas, a fim de que as mais de 300 crianças e jovens participantes se sintam parte da sociedade, como agentes de sua transformação em um lugar melhor e mais justo para todos.

Titmouse cria evento para apaixonados por VR
quinta-feira, 21 de dezembro de 2017
_MG_2781

O longa-metragem brasileiro “Filhos de Bach” será exibido em toda a Alemanha na noite de Natal pelo ZDF, um dos maiores canais de TV aberta do país. Escrito e dirigido por Ansgar Ahlers – estrelado pelo cultuado ator alemão Edgar Selge (“O Experimento”, “O Quinto Poder”) e pelos brasileiros Aldri Anunciação e o menino Pablo Vinicius – o filme é uma coprodução Alemanha/Brasil das produtoras Conspiração Filmes, nfp, ForSeeSense e Miravista.

A ZDF é um dos maiores canais abertos do continente europeu, assistido por milhões de pessoas na Alemanha, alcançando também, entre outras, populações da Áustria, Suíça e Luxemburgo.

Segundo dados da Ancine, “Filhos de Bach” foi o filme brasileiro de maior bilheteria na Alemanha em 2016, tendo ficado em cartaz por mais de 5 meses e e exibido nas salas de cinema de mais de 50 cidades do país.

Filmado em Ouro Preto, e nas cidades de Hamburgo e Buckeburgo, na Alemanha, “Filhos de Bach” traz no elenco a alemã Franziska Walser (“O Quinto Poder”), ao lado de talentos brasileiros como Stepan Nercessian, Thais Garayp e Marília Gabriela em participação especial.

Na trama um professor de música leva uma vida sem graça na Alemanha, até descobrir que herdou uma partitura original de Johan Sebastian Bach. Mas para receber a herança, o alemão terá que vir a Ouro Preto buscá-la. No Brasil, passa a dar aulas para jovens carentes e o resultado é uma mistura de culturas, ritmos e harmonia que tem na música seu maior instrumento de integração.

O filme é distribuído pela nfp na Alemanha, Áustria e Suíça e pela Buena Vista (Disney) no Brasil e resto do mundo. No Brasil o filme foi lançado em salas de cinema no primeiro semestre de 2017 e chegará às TVs brasileiras e serviços de VOD em 2018.

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017
adam&eveDDB cria novo projeto para Volkswagen
Converse Cons lança filme com trio de skatistas  “Selvagem”

A Converse, uma das marcas mais originais e presentes na moda e no street style mundial, lança “Selvagem”, filme com trio de skatistas amadores da Converse Brasil, dia 18 de dezembro, no YouTube e redes sociais da Cons.

A produção é estrelada pelos skatistas Henrique Crobelatti, Felipe Oliveira e Kaue Cossa, que se destacam por suas manobras ousadas e alto nível técnico. O vídeo faz referência aos seres que habitam as ruas e o complexo ecossistema urbano, tendo seus instintos animais constantemente instigados.

Os skatistas são assim, seres de natureza livre, que estão sempre na atividade, em busca de inspiração e em constante evolução. Eles são selvagens e não renegam seus instintos. Com trilha sonora dos rappers Curumim e Rincon Sapiência e duração de sete minutos, o vídeo é resultado de um ano de filmagens acompanhando os atletas por picos de SP e RJ.

Geometry Global ajuda indústria farmacêutica em ação
quarta-feira, 13 de dezembro de 2017
Captura de pantalla 2017-12-13 a la(s) 11.18.26

A Transamérica, maior rede de rádios FM do País e a única com três formatos diferentes de programação transmitidos via satélite, escolheu a Lucia Faria Comunicação Corporativa para desenvolver serviços estratégicos de comunicação e relacionamento com a imprensa. O trabalho envolverá a divulgação de mensagens relacionadas às áreas artística, comercial e esportiva da emissora, que neste ano adquiriu os direitos de transmissão da Copa do Mundo FIFA Rússia 2018. Ações de aproximação com o mercado anunciante e demais públicos estratégicos também estão no escopo das atividades.

BBH Singapore cria projeto mobile para Nike
segunda-feira, 11 de dezembro de 2017
m:united//McCann cria filme em 3D para Microsoft